logo colégio ecsa
Menu

Sessão Simultânea na ECSA cultiva o prazer da leitura entre alunos

 

A Escola Chave do Saber (ECSA) realizou nesta sexta-feira (1º de abril) mais uma edição da Sessão Simultânea de Leitura, atividade que reúne alunos de diferentes turmas e idades em torno do ato de ler e comentar obras literárias. Os livros são escolhidos pelos próprios alunos, que se inscrevem espontaneamente e leem antes as sinopses sugeridas pelos professores.

A professora Márcia Adriana, do 3º ano matutino, explica que o projeto nasceu há alguns anos e seu objetivo é envolver as crianças no ato de ler, despertando ou reforçando neles o prazer pela leitura e habilidade que vão além do ler, envolvendo o saber ouvir, dialogar. “As crianças adoram porque, através da sinopse que nós colocamos, o livro que querem ouvir. Isso atiça, aguça a curiosidade do aluno, que lê ali um pedacinho da história e então fica querendo saber o que vai acontecer”, conta.

É o professor conta/lê a história, conversa com eles sobre ela e abre espaço para que eles falem sobre o que ouviram, ressaltem aspectos que consideraram interessantes, lições tiradas. “É um projeto muito bom porque ajuda eles a desenvolverem a capacidade de ouvir, porque ali estão várias crianças, não só da turma dele, do 1º ao 5º ano”, destaca.

A professora Rose Mary Paredes, de Português, História, Geografia e Produção Textual dos 5ºs anos, ressalta que a Sessão Simultânea ajuda a romper uma certa resistência que os alunos apresentam, muito em função da atratividade que as mídias digitais exercem. A ideia é resgatar ou desenvolver o prazer pela leitura de uma forma agradável e participativa.

Os temas são escolhidos para que despertem interesse e também trabalhem valores importantes na formação do indivíduo e em suas relações com as outras pessoas. Rose cita como exemplo o livro “Girafinha Flor faz uma descoberta”, em que a personagem se sentia sozinha e acreditava que ninguém queria ser seu amigo. “Então nós trazemos isso para alunos que estão chegando à escola. Eles também se sentem sozinhos, então procuramos acolher esses alunos. Sempre tem os grupos mais fechados, que os alunos estudam há mais tempo juntos, mas eu sempre falo: ‘nossa panela não tem tampa, todos podem entrar’. Então podemos ser amigos de todo mundo”.

O aluno do 5º ano Lucas Almeida Santos participou e gostou bastante. Segundo ele, o texto lido “fala sobre que você nunca pode desistir de seus sonhos, tem que continuar sonhando”. Outro ponto que ele considerou importante foi o ensinamento de que não devemos ficar o tempo todo vendo defeito nas coisas, focando somente nos erros, sem perceber o que existe de positivo. “E entendi também que o texto fala que você precisa ter amizades, não pode viver no seu mundo, senão você vai ser muito solitário, sozinho”, finaliza.

Para Leonardo Fortes Bumlai da Silva, também do 5º ano, “o projeto é interessante porque lemos um livro diferente, que você mesmo pode escolher. Conhecer outros personagens, de mundos diferentes”. Ele lembra que há uma interatividade, onde a professora faz perguntar sobre algo do livro e os alunos precisam responder. O estudante revelou que ficou marcada em sua mente a história de um monstro que foi enganado por um rato esperto. Com medo do desconhecido, a criatura proibia os filhos de irem à floresta. Para ele, ficou a mensagem de que é preciso obedecer aos pais para que nos aconteça algo de ruim, mas que também é preciso enfrentar os medos.

Postado porpaueprosa

Postado em4 de abril de 2022


Palavras chave:

Leia mais

Ver todasclique para conhecer mais
receba nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba as últimas novidades por e-mail

    entre em contato

    Entre em contato

    Entre em contato que nós iremos responder assim que possível.

      [anr_nocaptcha g-recaptcha-response]

      Copyright © | - Todos os Direitos Reservado por

      Termos de Uso|Politica de Privacidade
      Ligarclique para ligar